Santaluz: Yamana paralisa atividades e aumenta rumores de demissão em massa, segundo funcionários

Rumores que começaram a circular há alguns meses sobre o fim das operações da Yamana Gold no projeto C1 Santa Luz ganharam força nesta segunda-feira (25), exatamente uma semana após a assinatura do contrato de arrendamento da mina de ouro ter sido ratificada, em um encontro que ocorreu na última segunda-feira (18), na sede da Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM), entre diretores e técnicos da Empresa e da Yamana.

Planta do projeto C1 Santa Luz | Foto: Divulgação

Planta do projeto C1 Santa Luz | Foto: Divulgação

Segundo um funcionário da mineradora canadense, que preferiu não se identificar, em reunião que aconteceu no pátio da unidade, na manhã desta segunda, representantes da Mineração Fazenda Brasileiro, que integra o Grupo Yamana Gold, informaram que a empresa não tem mais condições, sobretudo financeiras, de operar no município e que as atividades deveriam ser encerradas nos próximos dias, após anúncio oficial da sua diretoria, em São Paulo.

De acordo com outra fonte ouvida pelo Notícias de Santaluz, as atividades de processamento de minério no projeto C1 Santa Luz estão paradas desde a última quinta-feira (21), e a extração continuava de maneira bastante reduzida, até esta segunda-feira (25), quando não houve detonação no interior da mina.

Além de afetar a economia do município, o impacto causado por uma provável demissão em massa também preocupa o mercado de trabalho, já que a Yamana é uma das principais empregadoras em Santaluz, responsável por 859 empregos diretos e indiretos, segundo dados divulgados pela própria empresa.

Ainda de acordo com os rumores, existe a possibilidade de a Yamana Gold estar negociando a venda do empreendimento em Santaluz para a mineradora Jaguar Mining Inc., ou para a também canadense Luna Gold, que passaria a operar na mina, que tem uma área de 298 hectares e custou US$ 204 milhões. Entretanto, o processo de transição pode durar alguns meses, levando a unidade a operar com capacidade abaixo do normal.

A Mineração Fazenda Brasileiro atua em Santaluz desde janeiro de 2005, quando foi selecionada pela CBPM para realizar pesquisa complementar e, posteriormente, implantar as operações mineiras. Em 2013, a mina, que tem previsão de vida útil de 10 anos, movimentou 14.747 milhões de toneladas (minério e estéril). Para 2014, a meta era movimentar 22.982 milhões de toneladas, segundo a Yamana.

O Notícias de Santaluz entrou em contato com a assessoria de comunicação da Yamana Gold, mas não obteve resposta até a publicação da reportagem. 

Informações Notícias de Santaluz

About the Author

Deixe seu comentário para essa notícia

admin