Primeiro ano do 2º mandato de Silva Neto e Keinha é marcado por volume histórico de obras

A gestão pública é algo complexo, passa por inúmeros fatores e desafios que seria impossível descrever em um simples texto de um blog, como é o nosso caso. Porém, algo notável, especialmente em nosso país que carece de infraestrutura, é o investimento em obras que proporcionem qualidade de vida.

Nesse quesito, o prefeito de Araci, Silva Neto, tem se destacado na região. Poucos prefeitos, até mesmo os reeleitos como ele, podem dizer que fecharam 2017 com um grande volume de obras concluídas e/ou avançadas. No caso específico de Araci, grandes obras podem ser destacadas, e coloca a atual gestão em um patamar praticamente nunca visto na história do município.

Qual prefeito pode dizer que entregou em 6 meses do primeiro ano de governo um volume tão grande de obras? Pode-se dizer que isso se deve ao fato de ter sido reeleito, o que facilita sua situação. Ora, na verdade, provavelmente é a situação de regularidade de suas obras e o volume de investimento ao final de seu primeiro governo que proporcionou um início de segundo mandato tão bom. Isso explica também o fato de prefeitos anteriores não terem logrado êxito ao tentar se reeleger. O reflexo disso pode ser facilmente identificado na situação das obras conquistadas pela gestão 2009-2012, com bloqueios por falta de prestação de contas, obras paradas por irregulares apontadas pelos órgãos fiscalizadores, como o caso das creches que Araci acabou perdendo pelo pagamento de serviços não realizados ao final do ano de 2012.

Silva Neto inicia, assim, um segundo mandato com a confortável circunstância de convênios em situação regular e um número de obras considerável. Porém, não se contentando com as parcerias com os governos federal e estadual, o investimento com recursos próprios continua se destacando, diferenciando-se mais uma vez em relação aos seus antecessores, que priorizaram as parcerias com os entes federados, com baixíssimo investimento com recursos do próprio município.

Vamos às obras entregues, iniciadas e avançadas em 2017 pela gestão Silva Neto e Keinha:

– Pavimentação de mais de 8 mil metros² no bairro da Bombinha (em andamento, várias ruas já calçadas)

– Construção da Nova Escola da Ribeira

– Construção da Nova Escola da Retirada (recursos próprios)

– Construção da Nova Escola de Roça de Dentro

– Construção e Reforma das entradas da cidade, com nova iluminação (recursos próprios)

– Construção do Novo PSF do Coqueiro

– Construção da Nova Praça da Juventude (em andamento, recursos próprios)

– Reforma completa e ampliação da Escola Tiradentes em Pedra Alta (recursos próprios)

– Construção da Nova Quadra Poliesportiva do João Vieira

– Construção da Nova Quadra Poliesportiva do Jacu

– Construção da Nova Quadra Poliesportiva do Barbosa

– Construção da Nova Quadra Poliesportiva do Caldeirão Novo

– Construção da Nova Quadra Poliesportiva de Várzea da Pedra

– Construção da Nova Quadra Poliesportiva do Caldeirão

– Construção da Nova Quadra Poliesportiva do Rufino

– Construção da Nova Quadra Poliesportiva na Lagoa do Boi (em andamento)

– Construção da Nova Praça do povoado Ribeira I (recursos próprios)

– Pavimentação de 2 mil metros² no povoado Fubá (recursos próprios)

– Reforma das unidades de saúde (PSFs)

 

 

 

 

 

About the Author

Deixe seu comentário para essa notícia

portalsisal