Corpo da professora Ienata será sepultado nesta terça-feira, em Pé de Serra

O corpo da professora Ienata Pedreira Rios, está sendo velado na casa dos pais, Iderval Carneiro Rios e Maria Pedreira Rios, na Rua Manoel Luiz Carneiro, de onde sairá às 10h desta terça-feira, 05, para o sepultamento no cemitério local. A professora foi mais uma vítima da violência, foi encontrada morta a facadas, no inicio da tarde de domingo,03, na cozinha da casa onde morava, na cidade de Riachão do Jacuípe.

A morte de Ienata repercutiu em todo estado da Bahia, e o grande repudio ao assassino que ainda segue sem que alguém saiba a autoria.

População de Pé de Serra tem convivido com tragédias inesquecíveis

O pequeno município de Pé de Serra, um dos 14 que compõe o território da Bacia do Jacuípe, com uma população  inferior a 15 mil habitantes, nos últimos anos tem convivido com mortes trágicas de pessoas queridas numa sequencia, cujas vitimas foram mortas por assassinatos ou acidentes. Foi o caso dos jovens Fernando de Oliveira, de 19 anos e Lucivânia Lima Lopes, de 21 anos. Os dois corpos foram encontrados dentro do porta-malas do veículo Fiat Siena, pertencente ao comerciante Benedito Raimundo Carneiro de Oliveira, pai de Fernando. O duplo homicídio aconteceu em maio de 2011 e continua sem uma resposta para sociedade, pois os criminosos não foram presos.

Muitos jovens perderam a vida por acidente, três deles morreram quando chegavam na cidade, depois de participarem de uma festa em Valente, no mês de dezembro de 2014.  O carro que eles estavam capotou na entrada da cidade, matando dois na hora e outro depois de oito dias internado no HGE em Salvador, os outros três sofreram ferimentos leves.

Teve ainda a morte de quatro pessoas, sendo três irmãos, em uma colisão no dia 25 de março desse ano, eles estavam em um Fiat Strada retornando de Juazeiro quando bateu com uma van que resultou na morte de um dos ocupantes.

Redação CN

Fonte: Calila Notícias

About the Author

Deixe seu comentário para essa notícia

portalsisal